6/23/2005

Sem São Paulo ôÔôÔ

Ó SERRA DO MAR, quanto da tua neblina
É poluição vinda lá de cima!
Por te cruzarmos, quantos bêbados foram atropelados,
Quantas horas em trânsito passaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nossa, ó serra do mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do rancho da pamonha
Tem que passar além da vergonha
Deus a São Paulo a poluição e o stress deu,
Mas aqui a arte existe e a vida não é um breu!

Ass.: Boca ba garaio, parodiando o texto abaixo com rimas forçadas (hahahaha) e começando a se conformar com a vida nessa cidade de mierda, poluída, estressante e impessoal mas cheia de arte e oportunidades.

"Ó MAR SALGADO, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão resaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quere passar além do Bojador
Tem que passar além da dor
Deus ao mar o perigo e o abysmo deu,
Mas nelle é que espelhou o céu."
Fernando Pessoa (o cara me persegue! Achei que era Camões mas é paródia de Camões)

Pensamentos persistentes na minha cabeça hoje:
"A arte existe para que a verdade não nos destrua" Nietzsche
"Viva como se não houvesse amanhã, mas aprenda como se não houvesse um fim" Diogo, complementando Green Day

2 Comentários:

Anonymous Paulinha disse...

O qq a falta do q fazer nao faz com uma pessoa heinn?! hauhauauhau zuzu..
Eh rimou..!! Taaahh fikou legalzinho vaiii =)
Ahh sem mto o q dizer hj...ja to com sono...depois leio denovo...hehehe

Bjinhusss Djow

6/23/2005 2:11 AM  
Anonymous Aruan Drako, crítico cretino. disse...

Puxa saquismo a parte, eu achei a "by Diogo" com mais sentido pratico do que a "by Nietzsche".

Nietzsche era um filósofo com o espírito de um METALEIRO/GÓTICO revoltado sem causa.

hahahahahahahaua

6/25/2005 3:38 AM  

Postar um comentário

<< Home